Search

Iniciativa juvenil da Carta da Terra da Etiópia

Iniciar a Iniciativa da Carta da Terra para jovens na Etiópia é uma ideia que despertou da paixão de ter uma geração jovem responsável e bem disciplinada no país. O principal objetivo da Carta da Terra é construir um mundo justo, sustentável e pacífico e sua implementação terá um impacto surpreendente sobre a juventude etíope. A iniciativa criará uma plataforma para que os jovens trabalhem em conjunto com um objetivo comum para formar uma sociedade global sustentável fundada no respeito à natureza, direitos humanos universais, justiça econômica e cultura de paz. Com a Iniciativa juvenil da Carta da Terra a Etiópia pretende ter um país que promova o respeito e o cuidado com a vida em comunidade, integridade ecológica, justiça social e econômica, bem como democracia, não-violência e paz (os quatro pilares da carta da Terra).


Da esquerda: Hanna, Obang Olumo Okello, Gezu Mossissa, Abigail, Rebecca, and Yostena.

Um grupo de quatro jovens mulheres que se conheceram em uma plataforma de treinamento organizada pela Embaixada dos EUA na Etiópia foi apresentado à equipe da Carta da Terra por Gezu Mossissa. Rebecca Belay Kassa, Abigail Endale Ebssa, Hanna Kumera Kitila and Yostena Tewodros tinham o desejo de implementar a Carta da Terra na Etiópia, especialmente entre a geração jovem. Eles têm diferentes origens educacionais e extracurriculares que estão ajudando em grande medida a criar a iniciativa. Eles tiveram a chance de se comunicar com Valerie e Amanda que foram verdadeiramente gentis e solidárias. Eles se organizaram como uma equipe para lançar a Iniciativa juvenil da Carta da Terra na Etiópia.


O processo de criação da equipe começou com a estruturação de um comitê executivo que tem sete cargos distintos; o presidente, vice-presidente, secretário geral, o responsável por relações públicas, gerente de mídias sociais, tesoureiro e representante de gestão de engajamento. Quatro dessas posições já são exercidas pelos quatro membros da equipe e as restante deve ser preenchidas por novos membros. Uma vez lançada a iniciativa, haverá diferentes treinamentos e cursos, além de diversos eventos e atividades. Atualmente, a equipe está trabalhando para que a Iniciativa seja registrada na Etiópia, preparando uma proposta, obtendo um site e preparando uma versão resumida da Carta da Terra em três idiomas locais diferentes (Amárico, Oromiffa e Tigregna).


Os membros tiveram recentemente uma reunião com Gezu Mossissa e Obang Olumo Okello (um funcionário do governo da região de Gambella) onde tiveram discussões interessantes. Eles apreciaram todos os esforços feitos até agora e encorajaram a equipe a trabalhar ainda mais para lançar a Iniciativa o mais rápido possível. Uma explicação detalhada foi dada pelo Sr. Obang sobre a elaboração de uma proposta de projeto para a Iniciativa e a formulação de diretrizes que serão necessárias para o registro legal da iniciativa na Etiópia. Ficou claro que o registro legal tem seu próprio processo conforme as exigências do governo.


A proposta será elaborada pela equipe juntamente com as orientações necessárias da iniciativa nas próximas semanas e o pedido de inscrição será iniciado. Ao longo desse processo e posteriormente, a iniciativa trabalhará em colaborações com diferentes órgãos governamentais, ONGs, grupos de jovens e indivíduos. O planejamento de conteúdo dos próximos treinamentos, atividades e eventos também está em andamento. Uma vez que essas etapas sejam liberadas, a iniciativa será lançada publicamente e os registros de adesão circularão em diferentes plataformas para os jovens participarem.

© 2019-2020 Creative Educators International Network (CEIN)